As propostas dos alunos da Escola Gualdim Pais, de Pombal, para atribuir nomes a exoplanetas e estrelas hospedeiras foram as vencedoras do concurso promovido pela União Astronómica Internacional (IAU) no âmbito do seu centenário.

Em Portugal, a iniciativa foi organizada pelo Núcleo Interativo de Astronomia (Nuclio), com o apoio da Sociedade Astronómica Portuguesa. Os resultados foram divulgados a 17 de dezembro numa conferência realizada em Paris (França).

A iniciativa tinha como objetivo atribuir o nome ao sistema planetário que se situa na constelação do Unicórnio a 117 anos-luz da Terra. No concurso participaram cerca de 80 alunos, tendo os referidos docentes selecionado duas propostas.

“O nome escolhido para a estrela foi ‘Lusitânia’ (uma homenagem ao antigo nome da região Ocidental da Península Ibérica, onde está parte de Portugal) e para o exoplaneta foi ‘Viriato’ (líder dos povos lusitanos)”, refere Lília Querido.

“A proposta da nossa escola foi enviada através de um formulário online, tendo posteriormente o comité nacional do concurso selecionado as melhores propostas, que foram submetidas a votação pública”. A votação contou com “mais de 5.000 votos”, tendo vencido os nomes sugeridos pelos alunos pombalenses.

Notícia originalmente publicada na edição impressa de 16 de janeiro.