Select Page

Investimento de um milhão de euros cria novo interface rodoviário na Nazaré

O novo interface rodoviário da Nazaré deverá estar operacional dentro de ano e meio, estimou esta terça-feira, 7 de janeiro, a Câmara que prepara o lançamento do concurso público para a construção do equipamento, orçado em cerca de um milhão de euros.

“Está a ser feita a alteração do loteamento e o concurso público para a execução da empreitada deverá ser lançado em fevereiro”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro (PS), estimando que o novo terminal rodoviário esteja concluído “no máximo daqui a ano e meio”.

O novo interface rodoviário “substituirá um equipamento provisório há várias décadas”, sendo assumido pelo autarca como “um projeto estruturante num eixo de referência para o desenvolvimento da Nazaré”, já que será construído na Avenida do Município, junto à biblioteca municipal, próximo do centro da vila e da praia.

Nas imediações do terminal está ainda prevista “a construção de um hotel de cinco estrelas e no futuro nascerá do outro lado da estrada a gare inferior do novo ascensor da Pederneira”, adiantou Walter Chicharro.

O futuro terminal rodoviário, cujo projeto de execução foi aprovado por maioria, terá como função fazer o interface entre as carreiras urbanas e de acesso às povoações vizinhas e as carreiras nacionais da rede de expressos, a futura ciclovia da Avenida do Município e a mobilidade pedonal aos principais equipamento e serviços do concelho, no distrito de Leiria.

Walter Chicharro destacou ainda “a ligação ao projeto de mobilidade suave das margens do rio Alcoa”, num investimento conjunto com o município de Alcobaça e que ligará os dois concelhos através de autocarros elétricos.

Nesse sentido o projeto do terminal prevê também a instalação de um posto de bicicletas elétricas.

A obra, que deverá ter uma duração de nove meses, tem uma estimativa orçamental de 994.089,92 euros e uma comparticipação de fundos europeus estimada em 844.976,43 euros.

O projeto integra o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) da Nazaré, no âmbito da promoção de estratégias de baixo teor de carbono, e, segundo o autarca, “mudará a imagem da Nazaré junto de quem chega à vila e melhora as condições para os utilizadores e trabalhadores” daquele equipamento.

Numa nota à imprensa, a Câmara considera que o novo terminal contribuirá ainda para “a melhoria da rede de interface e redução do tempo de transporte por maior operacionalização logística, que hoje em dia é caótica, atendendo às condições atuais operacionais e à crescente procura deste concelho como destino turístico”.

O objetivo da autarquia é que “o futuro equipamento acompanhe os novos tempos” e responda de “forma qualificada e integrada às necessidades atuais e futuras da população”, promovendo simultaneamente “o reforço da acessibilidade, a equidade e a coesão social, atendendo à realidade demográfica e dinâmicas económicas”.

Lusa

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Pergunta da Semana

A carregar

Está a ser eficaz a lei da igualdade salarial entre géneros que entrou em vigor há um ano?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo