Um grupo de estudantes da Alemanha, Letónia, Macedónia do Norte, Polónia, Portugal e Chipre está na Nazaré no âmbito do programa Erasmus+, que abrange áreas como a educação, formação, juventude e desporto na União Europeia.

“Os alunos têm participado em encontros alusivos ao traje tradicional e em visitas de conhecimento, nomeadamente ao Museu (Vivo) do Peixe Seco e Museu Dr. Joaquim Manso, estando ainda prevista uma ação de limpeza de praia”, explicou esta quinta-feira, 20, o município da Nazaré.

Entre os objetivos das seis escolas participantes neste projeto educativo (incluindo a Amadeu Gaudêncio – Nazaré) conta-se a promoção da integração europeia. O projeto dirige-se sobretudo a estudantes com idades entre os 13 e os 16 anos.

O Erasmus+ conta também entre as suas finalidades “a aquisição de boas experiências para a vida por parte dos participantes para que consigam desenvolver competências e aprendizagens ao nível linguístico; reforço do entendimento dos conceitos de democracia e de interculturalidade; desenvolvimento da capacidade de trabalhar com pessoas de outros países e reforço da autoconfiança e autonomia”.

O projeto está ligado ao Europass, que inclui as competências adquiridas. “O passaporte é um instrumento valioso para o prosseguimento de estudos e para a realização de estágios profissionais”, destacam os responsáveis pelo programa.