Oito dezenas de camas passam a estar disponíveis para
Casas das grutas de Mira de Aire integram espaços cedidos. Foto: CMPM

O Município de Porto de Mós, em parceria com a Movijovem e as Grutas de Mira de Aire, disponibilizou 80 camas no concelho para profissionais de saúde e de segurança.

Doze casas da Grutas de Mira de Aire e 15 quartos da Pousada da Juventude de Alvados estão à disposição de profissionais de saúde e forças de segurança, que assim o requisitem, permitindo assim ficar longe dos seus familiares e evitar um eventual contágio, informa a Câmara liderada por Jorge Vala.

Esta oferta representa um total de 80 camas disponíveis nestes dois espaços do concelho de Porto de Mós, no distrito de Leiria.

Alguns destes quartos têm acesso a mobilidade reduzida e estão inseridos num programa de solidariedade de diversos municípios e entidades por todo o país, reforça a nota do Município.

A autarquia sublinha que continua disponível para tomar todas as medidas preventivas necessárias no auxilio à população, “num compromisso de fazer o que está ao seu alcance para ajudar a ultrapassar esta fase altamente crítica para a sociedade”.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou na quarta-feira o número de casos confirmados de infeção para 642, mais 194 do que na terça-feira. O número de mortos no país subiu para dois.

Dos casos confirmados, 553 estão a recuperar em casa e 89 estão internados, 20 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de hoje.

O Conselho de Ministros aprova hoje as medidas que concretizam o estado de emergência proposto pelo Presidente.

Entre as medidas para conter a pandemia, o Governo já tinha suspendido as atividades letivas presenciais em todas as escolas desde segunda-feira e impôs restrições em estabelecimentos comerciais e transportes, entre outras.