A Câmara Municipal da Batalha anunciou, na última semana, uma de suas ações para ajudar a combater os efeitos da Covid-19 no concelho, a entrega de máscaras gratuitamente à população.

Oito dias depois, o município divulgou que já realizou a entrega gratuita de mais de 40 mil máscaras de proteção, 50 mil luvas e cerca de 900 viseiras para as famílias e os profissionais que se enquadram nos grupos de risco. Neste primeiro momento, a oferta alcançou, no total, oito mil habitantes, cerca de metade da população do concelho.

Em comunicado enviado à comunicação social, a câmara agradece “aos muitos voluntários e autarcas de freguesia que estão a colaborar diariamente no programa”.

Para o presidente Paulo Batista Santos, mais do que discutir as orientações da Organização Mundial da Saúde, neste momento, “é fundamental garantir a maior proteção dos cidadãos, sobretudo da população mais idosa”. 

“Os exemplos das medidas adotadas na República Checa, mais recentemente em Itália ou nos Estados Unidos da América e em outros países asiáticos que adotaram a medida de uso de máscara, foram suficientes para justificar a decisão tomada há mais de uma semana, inicialmente muito criticada. Hoje é quase unânime a importância desta medida para a mitigação da Covid-19”, acrescenta o autarca.

Voluntários e autarcas de freguesias do concelho têm ajudado na distribuição do material de proteção

A iniciativa da autarquia resulta da parceria com empresas locais da indústria da confeção e comércio de vestuário existentes no concelho.

O objetivo é garantir a entrega de 30 mil máscaras semanais, aproximadamente 150 mil por mês, suportando assim ciclos de distribuição semanais de 5 a 10 máscaras por agregado familiar, para além da entrega regular junto das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e empresas ainda em laboração. O investimento corresponde a 90 mil euros, revela a autarquia.