É a quarta morte entre os utentes do lar da Associação Sócio-Cultural, Recreativa e Educativa da Cumieira e Circunvizinhas, no concelho de Pombal.

Esta madrugada, a instituição perdeu mais um idoso vítima de Covid-19: um homem de 87 anos.

Num balanço feito ao REGIÃO DE LEIRIA, esta quinta-feira, José Ruivo, delegado de saúde de Pombal, referiu que todos os idosos da instituição se encontram infetados, com exceção de um. Ou seja, o lar conta, atualmente, com 20 utentes com teste positivo.

Na terça-feira, os únicos três idosos que se pensava não terem contraído a doença, e estavam por isso a ser transferidos para residências de estudantes, foram novamente rastreados. O resultado indicou que dois estavam, afinal, contaminados e estão de regresso ao lar.

O único utente cujo teste acusou negativo é, neste caso, aquele que vai ficar isolado, informou o delegado de saúde.

Entre os funcionários, dois também contraíram a doença, mas ainda se aguarda o resultado de testes realizados a outros colaboradores.

No concelho de Pombal, existem outros dois lares de terceira idade com casos de infeção. O Centro Social Paroquial da Ilha, com três funcionárias e uma utente infetadas, e o lar Paço Verde, em Almagreira, com uma trabalhadora cujo teste também deu positivo. Nestas instituições não houve aumento de casos nos últimos dias, disse José Ruivo ao REGIÃO DE LEIRIA.

No distrito e na região são já seis as estruturas de acolhimento de idosos que registam casos positivos de Covid-19.

Além das três instituições de Pombal já referidas, houve esta semana registo de dois casos no lar de Nossa Senhora da Conceição, na freguesia de Turquel, Alcobaça – uma utente, entretanto hospitalizada em Leiria, e uma funcionária – e um caso, no Lar Santa Beatriz da Silva, em Fátima, de um utente de 90 anos. Nesta instituição, os testes prosseguem uma vez que alguns foram inconclusivos.

Em Alvaiázere, a situação do lar Solar D. Maria, na freguesia de Maçãs D. Maria, está a ser acompanhada de perto pelas autoridades de saúde e pelo município. O comunicado enviado ontem, 1 de abril, pela autarquia, dava conta de 34 pessoas infetadas: 25 utentes e nove colaboradores.