Com as portas e palcos fechados por causa da pandemia de Covid-19, os museus, espaços culturais e artistas de Leiria continuam ativos online, sobretudo nas respetivas páginas de Facebook.

Em tempos de confinamento doméstico devido à pandemia de Covid-19, essa dinâmica, sublinha a vereadora da Cultura da Câmara de Leiria, é transversal a outros espaços culturais do município.

O resultado é uma programação online com “trabalho articulado entre os diferentes espaços”, de modo a que, semanalmente, seja oferecida “uma agenda com atividades diárias e dirigidas a diferentes públicos e diferentes faixas etárias”, diz Anabela Graça.

Museu de Leiria, Banco das Artes Galeria, mimo, Agromuseu Dona Julinha e Moinho do Papel estão a trabalhar numa programação semanal online, mostrando projetos e património de Leiria em “Museus On”, que arrancou na semana passada a prossegue já a partir de hoje, com um segundo vídeo sobre a exposição de Ernesto Korrodi patente no edifício da antiga sede em Leiria do Banco de Portugal.

Também recheada é a oferta de Cultura com C de Casa, que se renova a cada semana com propostas às 11 horas, 17 horas e 21h30 na página Visit Leiria. Preenchidos são também os dias online da Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, que todos os dias úteis partilha diversas iniciativas, com destaque para a história às 10 horas.

Na semana passada, o executivo municipal aprovou um apoio extraordinário de 12 mil euros para suportar a programação de Cultura com C de Casa, que tem sido palco para manifestações culturais de agentes de todos os quadrantes.

“Este é um exemplo de união entre diversas entidades que permite levar espetáculos, conhecimento e atividades lúdico-pedagócicas aos leirienses e aos cidadãos em geral, sensibilizando-os para ficarem em casa e oferecendo-lhes formas possíveis de olharem a fruírem cultura”, sublinha Anabela Graça.