Assinar
Pombal

Pombal aprova requalificação do Jardim da Várzea mas quer ouvir população

Executivo votou requalificação do espaço, no valor de cerca de dois milhões de euros, mas quer ouvir sugestões para a intervenção. Entretanto, Pombal suspendeu temporariamente a recolha de leituras da água.

Jardim da Várzea, Pombal
Jardim da Várzea

A requalificação do Jardim da Várzea, no centro de Pombal, foi aprovada dia 24 de abril mas a autarquia está disponível para ouvir propostas da população para o espaço desde que “o valor global da empreitada não seja alterado” e tal não comprometa a adjudicação “até ao final do ano”, sublinha o presidente da Câmara.

Num comunicado divulgado pelo município, sublinha-se que apesar da aprovação da abertura do concurso para a empreitada na sexta-feira, Diogo Mateus manifestou disponibilidade para “ouvir os contributos dos cidadãos”, nomeadamente quanto ao “equilíbrio entre espaço verde e pavimentado”.

Mas as sugestões não podem comprometer o prazo de adjudicação previsto nem o orçamento aprovado (1.787.549,65 milhões de euros+IVA, dos quais cerca de 1.149 milhão de euros comparticipados pela união europeia).

Os contributos podem ser enviados para varzea@cm-pombal.pt.

Leitura dos contadores da água suspensa

Entretanto o município de Pombal suspendeu temporariamente a recolha de leituras dos contadores da água, devido à pandemia de Covid-19.

“Com vista a evitar a emissão de faturas por estimativa e prevenir a deteção de eventuais fugas nas redes prediais, muitas vezes identificadas apenas aquando da recolha da leitura do contador”, a câmara pede aos clientes que forneçam eles próprios as leituras do contador da água.

Desta forma, pretende-se “evitar faturas com valores desadequados aos clientes, que poderiam causar desequilíbrios nos orçamentos familiares, nesta altura especialmente difícil para as famílias”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.