Um espetáculo construído como um memorial a todos os peregrinos impedidos de ir a Fátima no 13 de maio e a quem morreu devido à pandemia de covid-19 é a próxima produção da Vortice Dance, anunciou a companhia. 

Com estreia agendada para a noite de 12 de maio, após as celebrações oficiais no Santuário de Fátima, “Pellegrino” é uma instalação de videomaping com dança, que será projetada na fachada do edifício dos Missionários da Consolata, em Fátima, e transmitida pela internet, pelo Facebook da companhia e do instituto missionário. 

Segundo os coreógrafos Cláudia Martins e Rafael Carriço, citados em comunicado da Vortice Dance, que tem sede em Fátima, “Pellegrino” é “uma mensagem de esperança no futuro” e foi criado como “um memorial a todos os peregrinos que este ano, devido à pandemia covid-19, não se podem deslocar a Fátima, bem como a todos aqueles que pereceram com a doença”. 

Segundo os dois criadores, o espetáculo “é também uma forma de gratidão para com toda a comunidade médica e hospitalar” e tem uma componente comunitária e interativa: foi lançado um apelo para partilha e fotografias de peregrinação, que a Vortice conta utilizar na produção, em que também serão relembrados outros projetos da companhia para Fátima, como “Fátima, o dia em que sol bailou” ou “Magnificat, padre Formigão o apóstolo de Fátima”. 

A companhia pede a quem queira enviar fotografias, individuais ou de grupos de peregrinos, que o faça pelo e-mail vortice.dance@gmail.com até 10 de maio, com a indicação de autorização de utilização da fotografia para efeitos do espetáculo “Pellegrino” e informação do local onde foram tiradas ou de onde os peregrinos são naturais.