Este sábado, 20 de junho, 21 artistas portugueses atuam em 21 teatros municipais e Agir é o nome escolhido para atuar no Teatro José Lúcio da Silva.

Os bilhetes têm o preço único de 10 euros e, em Leiria, ainda há lugares disponíveis.

A iniciativa “Regresso ao Futuro” pretende reafirmar “a vocação decisiva dos teatros municipais para a sustentabilidade da cultura em Portugal, a sua importante contribuição para a circulação artística, agindo como um catalisador de esperança, resiliência e confiança para o público”, refere a organização.

Este evento cultural tem a particularidade de ser também uma ação solidária. A receita de bilheteira será entregue ao Fundo de Solidariedade para a Cultura, criado pela Audiogest (associação que representa os produtores musicais) e GDA (Gestão dos Direitos dos Artistas), destinado a todos os profissionais dos sectores das artes. O objetivo deste fundo é apoiar financeiramente os profissionais do sector cultural, incluindo os independentes.

O público é ainda convidado a levar alimentos não perecíveis para entrega no teatro. Serão, depois, recolhidos e distribuídos pela União Audiovisual junto dos profissionais dos sectores das artes que deles necessitem.