Até 23 de outubro, entre segunda e sexta-feira, o escritor Gonçalo M. Tavares conta uma pequena história por dia para ser ouvida online.

O convite partiu da Rede Cultura 2027 que desafiou o autor para uma “peregrinação literária diária”, pelo território dos 26 municípios que, em conjunto, preparam a candidatura a Capital Europeia da Cultura 2027.

A primeira história de Gonçalo M. Tavares ficou disponível esta terça-feira, 23 de junho. Intitula-se “O país ingénuo” e pode ser ouvida aqui.

Em comunicado, o grupo executivo da Rede Cultura 2027 explica que “Peregrinação Através das Narrativas” – assim se designa a iniciativa – “é um projeto longo, de investigação, recolha e leitura” que se inspira tanto nas Mil e Uma Noites como no Decameron, no sentido em que “as histórias, as narrativas permitem-nos continuar a viver, ou seja, a avançar”.

No projeto protagonizado por Gonçalo M. Tavares, as narrativas podem ser histórias clássicas, tradicionais, fábulas ou textos da sua própria autoria. “A cada história se avançará mais um pouco no mapa do território. Esse avanço poderá ser assinalado (e mostrado) pelo avanço de um ponto registado no mapa do território, exatamente como numa peregrinação”, refere o mesmo comunicado.

O território que pretende vir a conquistar o título de Capital Europeia da Cultura 2027 atravessa três Comunidades Intermunicipais – Leiria, Oeste e Médio-Tejo – abrangendo uma área que se estende de Castanheira de Pera a norte até Sobral de Monte Agraço a sul.