O Grupo Aves da Batalha promove até este domingo, dia 14, o censo relâmpago “À descoberta da Batalha”, com o objetivo de “recolher informação sobre a fauna e flora do concelho”.

A atividade está aberta a participação de todas as pessoas que tenham “curiosidade em explorar a natureza e um telemóvel ou máquina fotográfica para registar a espécie observada”, explica a organização em comunicado.

Neste censo podem registar-se seres vivos selvagens como plantas (árvores, arbustos, orquídeas) e animais (insetos, mamíferos, aves, anfíbios, répteis).

Os registos têm de ser feitos no concelho da Batalha e devem ser inseridos na plataforma do iNaturalist. Para este efeito não é necessário conhecer a espécie, pois a plataforma ajuda nesse sentido. Também pode ser contactado o Grupo Aves da Batalha, no Facebook ou pelo email avesdabatalha@gmail.com.

“Esta atividade tem como objetivo principal ajudar a mapear a fauna e flora do concelho, e deste modo incrementar o conhecimento do património natural. E até, quem sabe, descobrir novas espécies no concelho”, explica o Grupo Aves da Batalha.

“Pretende-se ainda reforçar a importância do papel dos cidadãos na monitorização e conservação das espécies selvagens, e assim envolver cada um num dos lemas pelo qual o Aves da Batalha se rege: Só conhecendo é que se pode proteger”, conclui.