Assinar Edições Digitais


Atletismo

Irina Rodrigues melhora lançamento do disco para 62,93 metros

As provas ‘Guerra dos Sexos’ começaram com o lançamento do peso. Após o disco, será a vez do salto com vara, na segunda-feira.

Irina Rodrigues esteve este sábado em destaque na segunda edição da ‘Guerra dos Sexos’, agora destinada ao lançamento do disco, ao atingir a marca de 62,93 metros, o que a coloca como a oitava melhor mundial do ano.

Em Leiria, a atleta do Sporting ainda não chegou aos mínimos de qualificação direta para Tóquio2020, 63,50 metros, mas através do ‘ranking’ da especialidade continua em posição muito confortável de apuramento olímpico, a exemplo de Liliana Cá.

A atleta do Novas Luzes mostrou agora estar num momento de forma menos bom e ficou-se pelos 58,23 no Centro Nacional de Lançamentos, em Leiria.

Ambas foram decisivas para o triunfo da equipa feminina, que somou 120,54 metros, com mais de 15 metros de vantagem sobre a equipa masculina, que não foi além dos 105,28

Ainda estiveram em competição, pelas mulheres, Jessica Inchude (Sporting), que lançou a 45,83 metros, e a júnior Eva Gonçalves (Cucujães), que lançou a 44,81 metros, o que é recorde pessoal.

Com alguma surpresa, o melhor entre os homens na final foi Marco Pons, atleta irlandês da Juventude Vidigalense, que conseguiu 50,75 metros, ficando à frente dos 49,53 do recordista nacional, Francisco Belo (Benfica).

Antes, o benfiquista, já tinha obtido o melhor registo da tarde, com a marca de 56,46, e Edujose Lima (Sporting) atingira os 55,21, enquanto que Mykyta Sudashov (Sporting) se ficou pelos 46,96.

As provas designadas por ‘Guerra dos Sexos’ são promovidas pela Federação Portuguesa de Atletismo, tendo começado com o lançamento do peso. Após o disco, será a vez do salto com vara, na segunda-feira.