Assinar
Cultura

Músicos unem-se em festival solidário no dia 20 em auditórios municipais

Os bilhetes custam dez euros e estarão à venda a partir da próxima terça-feira, dia 9.

O Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, vai receber Agir, um dos 21 artistas que vão atuar no próximo dia 20, em outros tantos teatros municipais, num festival solidário pela classe artística.

O festival chama-se Regresso ao Futuro e consiste na realização de 21 concertos num só dia, em outros tantos teatros e auditórios municipais do país, com as receitas de bilheteira a reverterem para o fundo de emergência criado pela Audiogest e GDA – Gestão dos Direitos dos Artistas, para apoiar os profissionais das artes.

“É um acontecimento solidário que une e mobiliza os teatros municipais, os artistas, as equipas técnicas, a organização da Sons em Trânsito e o público numa frente comum”, refere a organização em comunicado.

Assim, o festival contará com atuações de António Zambujo em Torres Novas, Agir em Leiria, Ana Moura em Oliveira do Bairro, Aurea na Figueira da Foz, Bárbara Tinoco em Albergaria-a-Velha, The Black Mamba em Aveiro,  Carolina Deslandes em Bragança, Clã em Almada, Camané em Cascais, D.A.M.A. em Setúbal e Diogo Piçarra em Faro.

A eles juntam-se ainda Fernando Daniel em Estarreja, Gisela João em Fafe, Miguel Araújo em Caminha, Pedro Abrunhosa em Ovar, Rita Redshoes e Samuel Úria em Lisboa, Salvador Sobral em Santarém, The Gift em Loulé, Tiago Bettencourt em Castelo Branco e Tiago Nacarato em Matosinhos.

Os bilhetes custam dez euros, estarão à venda a partir de 9 de junho e a organização garante as condições de segurança e distanciamento social exigidas, por causa da covid-19.

A organização explica ainda que o público é convidado a levar alimentos que serão recolhidos e distribuídos pela União Audiovisual, “junto dos profissionais dos setores das artes que se encontram em situação de maior vulnerabilidade alimentar”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.