A exposição “O papel do engenho”, inaugurada no dia 19 de setembro, apresenta os trabalhos realizados pelos alunos finalistas, em 2020, em Artes Plásticas, da Escola Superior de Arte e Design de Caldas da Rainha (ESAD.CR), no âmbito da disciplina de projeto final.

Segundo nota do Politécnico de Leiria, as obras em exibição “traduzem a pesquisa individual de cada estudante, sendo reveladoras das tendências atuais na prática da arte contemporânea ao nível da pintura, escultura, desenho, instalação, vídeo, livro de artista ou performance sonora”.

A mostra tem o objetivo de articular processos construtivos, estéticos e críticos, através da apresentação das obras realizadas por estudantes que acabaram a licenciatura num ano atípico e de forma online. Mas que conseguiram mostrar “astúcia e habilidade”, bem como “obstinação”, acreditando na “relevância da sua prática e do seu papel no mundo”, refere texto de apresentação do evento, citado em nota do Politécnico de Leiria.

A exposição encontra-se aberta ao público no campus 3 da ESAD.CR, de segunda a sexta-feira, entre as 10 e as 18 horas. No Centro de Artes das Caldas da Rainha pode ser visitada durante a semana, das 9 às 12h30 e das 14 e às 17h30, ou ao fim de semana, entre as 9 e as 13 horas e as 15 e as 18 horas.

Está ainda prevista uma visita itinerante para o dia 14 de outubro, na ESAD, às 16 horas, dia de lançamento da publicação da exposição, no Centro de Artes.