O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) colocou na segunda fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior mais 431 estudantes, preenchendo o total de vagas em 38 das suas 45 licenciaturas.

No total, explica a instituição em comunicado, “contemplando os matriculados da primeira fase e os colocados da segunda fase, ingressaram no Politécnico de Leiria 2.015 novos estudantes através do concurso nacional de acesso, preenchendo 94% das vagas colocadas a concurso nas suas cinco escolas”. É expectável que as restantes vagas sejam preenchidas na terceira fase.

Com a totalidade das vagas preenchidas nas duas fases estão os cursos das escolas Superior de Saúde (ESSLei) e Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS).

Na Escola Superior de Artes e Design (ESAD.CR), apenas o curso de Programação e Produção Cultural ficou com oito vagas por preencher, completando todos os “lugares” dos restantes cursos.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) ocupou 86,7% e a Escola Superior de Turismo de Tecnologia do Mar (ESTM), apresenta uma taxa de ocupação de 89,7% das vagas colocadas a concurso.

“Este resultado confirma a tendência de crescimento verificada na primeira fase e afirma o Politécnico de Leiria como instituição de ensino superior de referência a nível nacional”, considera o IPLeiria.

Este ano letivo, o Politécnico de Leiria tem já mais de 2.850 novos estudantes matriculados nas licenciaturas, incluindo os estudantes internacionais, e no conjunto dos TeSP, licenciaturas e mestrados o número de novos ingressos ronda os cinco mil dos mais de 12.400 estudantes matriculados atualmente, explica.