O Teatro Stephens celebra este mês o sexto aniversário da reabertura ao público, após a remodelação, e preparou para isso uma programação com música e teatro para público infantil e também para adulto.

O município da Marinha Grande admite que, “fruto da pandemia de covid-19, a celebração é menos efusiva”. Mas, garante, não deixa de ser “rica e calorosa em termos artísticos”.

Já este sábado, a Casa da Cultura da Marinha grande abre portas às 16 horas para os Concertos para Bebés, com “Jazz de Embalar”, um espetáculo pensado pelo pianista e compositor Daniel Bernardes. A lotação é limitada a 20 bebés e famílias.

Nos dias 22 e 29 de outubro o Teatro Stephens recebe espetáculos da 25ª edição do festival Acaso. Primeiro “O faroleiro”, uma encenação de Tiago Mateus para Estado Zero, e no final do mês “O dom de Rixote”, encenação de Pedro Wilson para “O Nariz”.

A 24 de outubro há mais uma proposta para o público infantil, com a estreia da peça de peça de teatro “Autozinho da Barca do Inferno & Animais nossos amigos”, numa encenação de Miguel Linares baseada nos textos originais do poeta Afonso Lopes Vieira.

A cantora Lena d’Água completa a programação para outubro, com o espetáculo “Desalmadamente”, que sobe ao palco do Teatro Stephens dia 25, às 17 horas.