A exposição “Vestida de Branco”, que comemora o centenário da primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima, terá a última visita guiada, dedicada ao quinto núcleo da exposição, na próxima quarta-feira, dia 7 de outubro.

A visita temática, que acontece às 21h15, no Convivium Santo Agostinho, na Basílica da Santíssima Trindade, vai abordar o percurso do processo de criação à difusão da imagem de Nossa Senhora de Fátima e será conduzida por Marco Daniel Duarte, diretor do Museu do Santuário.

O núcleo inclui, ainda, desde a “iconografia inicial à interpretação do modelo pelos artistas, passando pela encomenda e fixação do modelo e a propagação das esculturas oficiais e imagens devocionais”, refere nota do Santuário de Fátima.

A exposição reflete “sobre a relação entre arte e devoção” e dialoga “entre arte antiga e arte contemporânea, tradição e inovação”.

No total, em sete espaços estão “peças do espólio do Museu do Santuário de Fátima e de outras instituições museológicas e diferentes organismos eclesiais”, explica o Santuário.

Do catálogo – onde consta informação acerca dos 152 objetos expostos – sairá o 4º volume da Coleção “Arte e Património”, a ser apresentado no mesmo dia da visita por Joaquim Ganhão, diretor do Museu Diocesano de Santarém.

Desde a abertura, a 30 de dezembro de 2019, “Vestida de Branco” recebeu mais de 79 mil pessoas, mesmo tendo estado encerrada durante o período de confinamento, reabrindo a 19 de maio.

Visitável até 15 de outubro, entre as 9 e as 18 horas, tem a entrada livre com utilização obrigatória de máscara, bem como o cumprimento das regras de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde.