Assinar


Música

Cistermúsica fecha ano com três concertos em Alcobaça

Festival organiza concertos no Mosteiro de Alcobaça, com destaque para a estreia de obra encomenda a Daniel Bernardes, celebrando os 250 anos do nascimento de Beethoven.

O Grupo de Instrumentistas de Sopro da Banda de Alcobaça está de regresso e atua domingo, 13 de dezembro, no Celeiro do Mosteiro de Alcobaça

O prolongamento do festival Cistermúsica, através da programação “Outros mundos”, propõe três concertos para ver e ouvir em Alcobaça nos próximos dias.

Este sábado, 12 de dezembro, no Celeiro do Mosteiro de Alcobaça, atua a partir das 19 horas o Moscow Piano Quartet, formação criada em 1989 por iniciativa de Alexei Eremine e Guenrikh Elessine, com um programa em torno de Beethoven e Brahms.

Domingo, 13 de dezembro, há música no mesmo local e à mesma hora, com um novo projeto artístico da Banda de Alcobaça: o Grupo de Instrumentistas de Sopro da Banda de Alcobaça (GISBA).

Fundado pelo maestro Vítor Santos na década de 1990, o agrupamento é agora revitalizado como uma plataforma dedicada à música de câmara.

Neste concerto no Celeiro atuará um quinteto de sopros composto por professores da Academia de Música de Alcobaça, assinalando também os 35 anos do ressurgimento da Banda de Alcobaça.

Já na segunda-feira, dia 14, às 21 horas, o pianista e compositor Daniel Bernardes apresenta-se no Refeitório do Mosteiro de Alcobaça acompanhado pelo Coro Ricercare para a estreia absoluta da obra “Beethoven… Reminiscências”.

O concerto resulta de uma encomenda do Centro Cultural de Belém e do Festival Cistermúsica a propósito dos 250 anos do nascimento do compositor alemão e explora várias canções de Beethoven transformadas pela memória pessoal do músico com diversas roupagens e solidificadas em novas composições. O projeto conta ainda com direção musical de Pedro Moreira. Pedro Teixeira dirige o coro coro.

Mais informações sobre estes concertos em www.cistermusica.com.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.