Assinar
Covid-19

Covid-19: Centro Hospitalar de Leiria volta a aumentar o número de camas

Unidade hospitalar passou a disponibilizar 202 camas de nível I para doentes Covid-19. Em finais de novembro eram 90.

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) acaba de anunciar que ativou o nível V, do plano de resposta Covid-19, que se traduz na disponibilização de 202 camas de nível I.

A medida foi anunciada ao final da tarde desta sexta-feira, poucos dias depois de ter anunciado o crescimento deste número para 172.

Esta decisão surge “devido ao novo crescimento de incidência da Covid-19 e à pressão existente no internamento Covid-19 do CHL”, explicam, em comunicado, os responsáveis do centro hospitalar.

As mais de duas centenas de camas estão localizadas na torre nascente do Hospital de Santo André, em Leiria, e no Serviço de Medicina Interna no Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira (HABLO), refere o centro hospitalar, explicando que a decisão tem efeitos desde o dia de ontem, 21 de janeiro.

Tal como o REGIÃO DE LEIRIA já tinha avançado, em menos dois meses, duplicaram as camas de nível I – as camas de tipologia I são as utilizadas nas enfermarias – naquela unidade hospitalar. Segundo o CHL, a 20 de novembro eram 90, há pouco mais de uma semana subiram para 120 e há dias tinham atingido o valor de 172. São agora 202.

No comunicado divulgado esta tarde, o centro hospitalar volta a apelar aos utentes com sintomas da área respiratória para que, “antes de se dirigirem à urgência, contactem a Linha Saúde24 e dirijam-se à ADR-C, que em Leiria funciona temporariamente no Pavilhão Gimnodesportivo dos Pousos até dia 27 de janeiro, entre as 14h00 e as 20h00 (dias úteis, fins-de-semana e feriados)”.

Em alternativa, devem dirigir-se “às ADR-C dos seus Centros de Saúde”, cujos horários podem ser conferidos aqui.

“É muito importante travar o contágio, pelo que é fundamental os cidadãos ficarem em casa sempre que for possível e, se não for, cumprirem escrupulosamente as regras de distanciamento social, uso de máscara e etiqueta respiratória”, reforça o Centro Hospitalar de Leiria.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.