Assinar


Sociedade

Empresa Intermunicipal de Ambiente do Pinhal Interior retira IVA nos serviços

Os valores do imposto cobrados em 2020 serão devolvidos aos 60 mil clientes da APIN.

Água a jorrar em rede de saneamento

A Empresa Intermunicipal de Ambiente do Pinhal Interior (APIN) anunciou hoje que vai deixar de aplicar IVA nos serviços de saneamento de águas residuais e gestão de resíduos urbanos e devolver os valores desse imposto cobrados durante 2020.

“Finalmente, temos de forma taxativa, por parte da Autoridade Tributária, a certeza de que podemos não cobrar IVA [imposto sobre o valor acrescentado]. Já há mais de uma semana que estamos a faturar sem IVA”, disse à agência Lusa o diretor da APIN Rui Simões.

Segundo este responsável, a empresa intermunicipal está agora numa fase “de apurar os valores de IVA cobrados em 2020 referentes a estes serviços e proceder à sua devolução”.

“Este processo de devolução é algo complexo do ponto de vista técnico. Não temos ainda um valor totalmente fechado, mas será próximo dos 200 mil euros”, avançou.

O valor será devolvido aos clientes dos concelhos que integram a APIN, nomeadamente Alvaiázere, Ansião, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Lousã, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penacova, Penela e Vila Nova de Poiares.

Rui Simões explicou que “os clientes não terão de fazer nada”, sendo o valor descontado nas próximas faturas.

“Vamos incluir uma nota informativa na fatura a comunicar que já não estamos a faturar com IVA”, acrescentou.

O diretor da APIN lembrou que a empresa intermunicipal começou a faturar o IVA (a 6%), por um lado, “porque as demais empresas também faturam” e, por outro, “porque o próprio regulador (a ERSAR) preconiza que se cobre IVA no saneamento e resíduos”.

“Mas temos todo o interesse em retirar o IVA e ter as faturas no valor mais baixo possível”, justificou.

A APIN tem 60 mil clientes.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.