Assinar Edições Digitais
Teatro

Três peças “servidas” pelo TAP em Pombal este fim de semana

O Teatro Amador de Pombal convida três companhias a apresentarem espetáculos na 8ª edição do Encontro de Teatro de Pombal. O primeiro é já logo à noite.

Apesar das alterações impostas pelo novo estado de emergência aos horários, nem a pandemia trava o Teatro Amador de Pombal (TAP), que cumpre a tradição e volta a começar o ano mostrando teatro de qualidade de vários pontos do país.

As parcerias que o TAP tem estabelecido inspiram o Encontro de Teatro de Pombal, que vai já para a oitava edição, propondo para este início de 2021 três peças a apresentar no Teatro-Cine.

Este “concentrado” de teatro começa a ser servido a partir desta sexta-feira, 8 de janeiro: às 21 horas sobe ao palco do Teatro-Cine de Pombal a dupla Joana Silva e Ángel Fragua, que interpretam “Je ne sais quoi”, com encenação de Mara Correia.

A peça é sobre tudo o que acontece quando no corpo de um só ator aparecem e desaparecem múltiplas personagens de contextos histórico-espaciais muito distintos, à espera que ele faça o que tem que fazer: um espetáculo.

Para sábado, dia 9, às 11 horas, o Encontro de Teatro propõe um menu que chega da Beira Baixa. Mais concretamente de Idanha-a-Nova, regressa um parceiro habitual do TAP, o Ajidanha, que desta vez preparou um sugestivo “A refeição”, com pitadas de Bukowski, Afonso Cruz, Mário Henrique Leiria e Ferdinand Von Schira. A supervisão é de José Carlos Garcia.

Na manhã de domingo, dia 10, também às 11 horas, há espetáculo de marionetas pensado para as famílias: “A caixa de nove lados», da companhia Historioscopio, do Porto, estreia em Pombal para enfrentar os medos a partir do poder das histórias.

O bilhete para cada espetáculo custa 3 euros. O passe para os três fica a 5 euros. Reservas e aquisição disponível online aqui.