Assinar


Cultura

“Centro Cultural” online nasce em Leiria para manter setor artístico ativo

Os vídeos serão transmitidos através do Facebook do município de Leiria, sempre às 21h30.

Interpretação da companhia de teatro Leirena
A companhia de teatro Leirena apresenta-se no Museu de Leiria a 5 de março Foto: Joaquim Dâmaso

Doze estruturas artísticas de Leiria apresentam-se durante quatro fins de semana em vários espaços culturais do concelho, numa programação online intitulada “Centro Cultural”, criada para manter a atividade do setor durante a pandemia, anunciou o município.

Pequenas peças de teatro, música e dança vão ser transmitidas pela internet a partir de sexta-feira, ajudando “a promover a cultura no contexto das recentes medidas de confinamento geral, decorrentes do estado de emergência que decorre da pandemia provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2”, explicou à agência Lusa a vereadora da Cultura da Câmara de Leiria.

Anabela Graça lembrou que o novo confinamento obrigou ao encerramento de todos os equipamentos culturais e ao cancelamento, novamente, da programação presencial.

“Deste modo, o município de Leiria pretende continuar a promover a cultura e a realizar algumas iniciativas online, nas redes sociais e com agentes culturais do concelho”.

A programação de “Centro Cultural” foi desenhada em parceria com os agentes culturais e os serviços do município, “designadamente a rede de museus e galerias, a Biblioteca Municipal e os teatros”.

A produção é da cooperativa Ccer Mais e Casota Collective.

Os vídeos serão transmitidos através do Facebook Leiria Cultura, sempre às 21h30, e a vereadora espera “um acolhimento positivo” da parte do público.

“Trata-se de uma programação cultural que é oferecida regularmente, para fruir no domicílio, que pretende também promover e reforçar o confinamento necessário”.

Para breve, a Câmara de Leiria promete a apresentação de mais iniciativas culturais online, nomeadamente “de promoção do livro e da leitura, do património histórico e cultural e das artes performativas, entre outras, bem como algumas novidades”, avançou Anabela Graça.

A programação tem início, na sexta-feira com a atuação do grupo de teatro Te-Ato, no Centro de Interpretação Ambiental de Leiria.

No sábado, o Orfeão de Leiria apresenta-se no palco do Teatro Miguel Franco. Para domingo, a companhia de dança e animação Son Latino preparou uma atuação para o Moinho do Papel.

O segundo fim de semana de “Centro Cultural” compreende um momento dramatúrgico pelo grupo “O Nariz”, na Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, no dia 19, enquanto dia 20 a Associação de Filarmónicas do Concelho de Leiria sobe ao Castelo para um momento musical. Dia 21, é a vez dos bailarinos do Conservatório Internacional Annarella Sanchez dançarem no Teatro José Lúcio da Silva.

O coro Ninfas do Lis atuará na Igreja de São Pedro no dia 26, enquanto o Quarteto de Saxofones SAMP leva jazz ao Banco das Artes Galeria no dia 27. A performance coreográfica da Escola Clara Leão no mimo – Museu da Imagem em Movimento é exibida a 28.

No último fim de semana de “Centro Cultural”, o Leirena Teatro apresenta-se no Museu de Leiria a 5 de março, o Instituto Jovens Músicos atua no Cine-Teatro de Monte Real a 6 de março e a Escola Diogo de Carvalho dança no Centro de Diálogo Intercultural de Leiria a 7 de março.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.