Assinar
Nazaré

GNR apreende santolas e lavagante por fuga à lota na Nazaré

A GNR apreendeu 91,6 quilos de pescado diverso por fuga à lota, na Nazaré, no decorrer de uma ação de fiscalização dirigida, na quinta-feira, 11, ao controlo da captura e transporte de espécies provenientes da pesca profissional.

Os militares do subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré identificaram um homem, de 41 anos, que transportava pescado fresco sem que tivesse sido submetido ao regime de primeira venda, explicam as autoridades policiais em comunicado.

No decorrer da ação, foram apreendidos 4,6 quilos de linguado-branco, 14,6 quilos de raia-zimbreira, 69,8 quilos de santolas e 2,6 quilos de lavagante, com um valor total de 477 euros.

Foi elaborado um auto de contraordenação, punível com coima que pode atingir os 3.740 euros.

O pescado foi levado para a lota, a fim de ser sujeito ao regime de primeira venda.

O regime de venda de pescado fresco prevê que a primeira venda seja, obrigatoriamente, realizada em lota, pelo sistema de leilão.

“A base deste regime assenta, sobretudo, na intenção de se manter e preservar um mecanismo regulador de preços neste sector pela concentração da oferta e da procura, acautelando o cumprimento das cotas de captura, estabelecidas com vista à sustentabilidade das espécies e pelo controlo higiossanitário do pescado”, explica o comunicado.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.