Assinar


Batalha

Vereador do PS contesta apoio a Raul Castro

“O PS nacional e distrital estão a desistir da Batalha”, considera o vereador socialista.

A divisão no PS da Batalha saída do processo de decisão em torno de um eventual apoio à candidatura independente, liderada por Raul Castro, conta com mais um episódio. Desta feita, Carlos Repolho, o único vereador socialista na Câmara da Batalha, critica Raul Castro e o apoio do PS à sua candidatura.

Acusando a “forma habilidosa como o Raul Castro conseguiu apoio do PS, sem reunir e auscultar o seu órgão local nomeadamente o presidente concelhio nem o seu vereador eleito”, o vereador, numa nota hoje enviada à imprensa, assume ter “alguma curiosidade” em verificar quem vai integrar o movimento.

Recorde-se que a decisão dos militantes socialistas da Batalha de apoiar o movimento independente, liderado por Raul Castro, que pretende disputar as eleições autárquicas na Batalha, levou à recente demissão de Augusto Neves, responsável da secção concelhia do partido socialista.

“Não vou apoiar nem fazer parte de candidaturas que tenham como objetivos principais a vingança política, a intriga e defesa de interesses pessoais”, assegura Carlos Repolho. “O PS nacional e distrital estão a desistir da Batalha”, considera, salientando: “Eu não vou seguir por essa via”.

Carlos Repolho contesta ainda que, num recente comunicado, o CDS-PP da Batalha se tenha afirmado como a única oposição ao atual executivo municipal. “Fui o único vereador que votou contra todos os orçamentos da câmara deste mandato”, recorda.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.