Assinar
Exclusivo

O desafio de saber lidar connosco em tempos de pandemia

Ao fim de um ano de afetos reduzidos, de ausência de convívios sociais e muitas incertezas, a saúde mental está no centro das preocupações. Este foi um tempo de redescoberta ou de conflitos internos? A saúde mental sai ou não prejudicada?

“Não será tão importante ter saúde física como ter saúde mental para que possamos ter qualidade de vida?”. A questão é lançada pelo psicólogo Tiago Caldeira na semana que assinala um ano de distanciamento físico, ausência de convívios sociais e muito tempo entre quatro paredes. Há um ano que desapareceram os beijos, os abraços e que lutamos contra os nossos instintos afetuosos e rotinas sociais. Esse é um dos desafios a que fomos expostos em termos psicológicos.