Assinar
Desporto

Pedro Portela carimba na conquista que leva a seleção de andebol a Tóquio

Atleta leiriense conquistou apuramento inédito da seleção de andebol para Jogos Olímpicos. Vitória por um frente à França valeu apuramento.

pedro portela na seleção nacional 2021

Foi sofrer até ao último segundo, literalmente. A seleção portuguesa de andebol alcançou o feito inédito de se qualificar para os Jogos Olímpicos, ao ganhar por 29-28 à França, em Montpellier, com um golo no último segundo do jogo por Rui Silva.

Numa partida em que Portugal estava obrigado a vencer os vice-campeões olímpicos para garantir o apuramento, Portugal entrou mal, esteve a perder por seis golos, aos 7-2 e 9-3, mas recuperou e validou a qualificação para Tóquio2020.

No torneio pré-olímpico colocou Tunísia, Croácia e França no caminho de Portugal e se a primeira seleção foi ultrapassada sem dificuldades, frente aos croatas, Portugal que esteve em vantagem quase todo o encontro, acabou por perder nos instantes finais. A decisão da qualificação estava reservada para o jogo de ontem, domingo, sendo necessária a vitória para poder fazer as malas rumo a Tóquio.

O leiriense Pedro Portela, que já soma 101 internacionalizações pela seleção nacional, integrou o grupo, à semelhança do que tem sido opção do treinaror Paulo Pereira, e ontem esteve entre os melhores marcadores de Porugal.

‘Por Portugal e por ti’, numa referência a Alfredo Quintana, guarda-redes da seleção nacional que morreu a26 de fevereiro na sequência de uma paragem cardiorrespiratória, foi o lema que orientou os ‘heróis do mar’ na superação de todas as adversidades.

O jogador não foi esquecido pelos colegas de equipa ou o selecionador. “Não conseguimos isto sozinhos, desde que chegámos aqui, quero agradecer ao Alfredo Quintana e estes jogadores são enormes guerreiros, se não tivesse estes atletas era impossível. Foi excepcional. Houve momentos em que foi difícil gerir a situação mas tivemos audácia para continuar a procurar a vitória. Ninguém imagina a alegria imensa que temos neste momento e que todos os portugueses que acreditaram em nós desde o início sentem”, destacou Paulo Pereira.

Portugal e França são as seleções do segundo torneio pré-olímpico que avançam para Tóquio2020.

Pela segunda vez na história, Portugal leva uma modalidade de pavilhão a marcar presença nos Jogos Olímpicos, depois da participação do hóquei em patins, em 1992, em Barcelona (a modalidade já não faz parte das modalidades olímpicas).

Com Lusa

(foto de arquivo)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.