Assinar


Nazaré

Câmara da Nazaré compra terreno de 1,4 milhões de euros para construir quatro pisos de estacionamento

O parque, a construir junto ao Bairro dos Pescadores, no terreno onde decorre a feira semanal, terá cerca de mil lugares

A Câmara da Nazaré vai investir 1,4 milhões de euros na compra de um terreno no Bairro dos Pescadores para a construção de um estacionamento de quatro pisos, cujo concurso deverá ser lançado até ao final do ano.

A compra do terreno “estava a ser negociada há vários anos com o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social e finalmente conseguiu-se um acordo que permite avançar com a aquisição pelo valor de 1,4 milhões de euros”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro.

O executivo da vila do distrito de Leiria aprovou, na segunda-feira, o envio da proposta de aquisição do “Terreno Sobrante – Bairro dos Pescadores da Nazaré” à Assembleia Municipal (AM) “para autorização da compra e dos compromissos plurianuais, o que só deverá acontecer depois das eleições autárquicas”, explicou o autarca.

A proposta especifica que a aquisição do terreno, onde atualmente se realiza a feira semanal, representa um investimento de 1,412 milhões de euros, cujo pagamento deverá ser feito em 120 prestações distribuídas por um período de 10 anos.

Localizado junto ao Bairro dos Pescadores, próximo da avenida Vieira Guimarães, onde se localizam os Paços do Concelho, o terreno tem uma área disponível de 13.257,50 metros quadrados e será destinado à construção de um parque de estacionamento com cerca de mil lugares.

“O projeto inicial previa a construção de quatro pisos de estacionamento à superfície, mas para diminuir o impacto está a ser reformulado, ficando com dois pisos subterrâneos e dois à superfície”, disse Walter Chicharro.

“Trata-se de um investimento que vem dar resposta aos problemas de estacionamento, não apenas para os turistas, mas sobretudo para a população local”, sublinhou o autarca.

A aprovação da aquisição aguardava a autorização do Conselho Diretivo do IGFSS para a alienação do terreno, autorizada também já pelo primeiro-ministro, António Costa, após a autarquia “ter feito prova de que a opção pelo estacionamento não coloca em causa a estratégia nacional de habitação”, acrescentou o presidente, lembrando que a Nazaré aprovou há cerca de dois anos a Estratégia Local de Habitação, na qual “estão identificados os terrenos destinados a habitação a preços controlados”.

O futuro parque de estacionamento, cujo investimento ainda não está quantificado, integra o projeto da mobilidade em meio urbano, devendo contribuir para promover “a melhoria em sistemas de transporte sustentáveis e alternativos, bem como à melhoria de qualidade de vida das pessoas”, refere a proposta a enviar à AM.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.