Assinar


Caldas da Rainha

Cinco pessoas e duas empresas suspeitas de furto e recetação de combustível

Foram apreendidos três mil litros de combustível no valor de 4.500 euros, 11.650 euros em dinheiro e dois telemóveis.

A GNR constituiu arguidas cinco pessoas e duas empresas por suspeitas dos crimes de furto, falsificação de documentos e recetação de combustível nos concelhos de Caldas da Rainha e de Torres Vedras, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a GNR explicou que os suspeitos furtaram combustível de uma empresa de distribuição de combustíveis de Caldas da Rainha e, através de um esquema de falsificação de documentos, encobriam os furtos, concluiu a investigação que decorria há cinco meses.

Desde 2017, os furtos causaram um prejuízo de 280 mil euros à empresa lesada.

O combustível era depois canalizado a preços inferiores do mercado para abastecimento de revendedores.

No âmbito dessa investigação, a GNR informou hoje ter identificado dois homens e uma mulher de 58, 60 e 45 anos respetivamente, e duas empresas, nos concelhos de Caldas da Rainha e Torres Vedras.

No início de agosto, foram detidos outros dois homens de 37 e 50 anos.

Nessa ocasião, foram realizadas cinco buscas, duas domiciliárias, duas em veículo e uma em posto de abastecimento de combustíveis, nas Caldas da Rainha e no Cadaval.

No âmbito dessas buscas, foram apreendidos três mil litros de combustível no valor de 4.500 euros, 11.650 euros em dinheiro e dois telemóveis.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.