Assinar
Mercado

Moradores do distrito de Leiria escolhem projetos para melhorar os seus bairros

As causas mais votadas serão anunciadas a 3 de novembro

Esta aberta a votação do programa Bairro Feliz, do Pingo Doce, que no distrito de Leiria decorre em 20 lojas, com 40 causas submetidas à escolha dos clientes até dia 2 de novembro.

“O programa deu voz aos vizinhos e às entidades locais para inscreverem os projetos que gostariam de concretizar no seu bairro e em prol do bem-estar da vizinhança. No distrito de Leiria podem ser encontradas causas das mais diversas naturezas e especificidades, inscritas por instituições, entidades locais ou grupos de vizinhos”, sublinha a coordenadora nacional da iniciativa, Filipa Pimentel.

Entre os 40 projetos estão a instalação de uma horta pedagógica e respetivos equipamentos, para estimular a criatividade das crianças no tempo de recreio, ou o fornecimento de equipamento inclusivo de ginástica sénior para os idosos do centro paroquial, combatendo o seu sedentarismo.

A edição deste ano conta ainda com a aquisição de equipamentos lúdicos para um espaço ao ar livre junto ao prédio do bairro, ou verbas para proporcionar férias na praia a crianças e jovens que, muitas vezes, não têm oportunidade de as ter.

As áreas de abrangência das causas são: saúde, bem-estar e desporto, apoio social e cidadania, cultura e património, turismo e lazer, educação e ambiente e causa animal.

São os moradores de cada localidade que votam e decidem e, por isso mesmo, o mote da campanha de divulgação é “Escolha e faça a diferença”. Para tal, os clientes do Pingo Doce têm acesso a uma “Moeda Bairro Feliz”, por cada compra igual ou superior a 10 euros, que lhes permite votar numa das causas, colocando a moeda no respetivo mealheiro de votação.

As causas mais votadas pela comunidade de cada bairro serão anunciadas a 3 de novembro, depois de se pesarem os mealheiros.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.