Assinar
Autárquicas 2021

Aurélio Ferreira promete presidência de “diálogo” e agradece “disponibilidade” do PS para “trabalhar connosco”

O socialista Curto Ribeiro foi eleito presidente da Assembleia Municipal

Aurélio Ferreira prometeu hoje ser “o presidente de todos os munícipes” da Marinha Grande, reconhecendo ser “duro” e “árduo” o trabalho que espera o executivo neste mandato.

No discurso de tomada de posse como novo presidente da Câmara da Marinha Grande, Aurélio Ferreira, eleito pelo +MPM, reforçou a ideia de que pretende trabalhar com todos os elementos do executivo, que para além dos três eleitos do +MPM, conta ainda com dois vereadores do PS e outros dois da CDU.

Para já, a abertura dos socialistas para participar na solução governativa foi revelada pelo novo presidente que, no seu discurso, agradeceu a abertura do PS.

O novo presidente expressou uma “nota de agradecimento e regozijo aos eleitos do Partido Socialista que mostraram disponibilidade para ir trabalhar connosco na câmara, num projeto coletivo de política. Obrigado por isso”.

Deste acordo resulta a atribuição de pelouros aos vereadores eleitos pelo PS, avançou esta noite a agência Lusa.

Sinal dessa aproximação, o socialista Curto Ribeiro foi eleito presidente da Assembleia Municipal da Marinha Grande, numa lista que contou com a maioria de votos favoráveis, ultrapassando Luís Guerra Marques (CDU) e Joaquim João Pereira (PSD), que encabeçaram as outras duas candidaturas ao cargo.

Resultado da fusão de MpM com +Concelho, o +MPM contou com Aurélio Ferreira como cabeça de lista nas eleições de 26 de setembro e conseguiu elegê-lo presidente, mas em maioria relativa.

Findo o processo eleitoral, o novo presidente acentua a tónica do diálogo: “foram os marinhenses que nos transmitiram estas condições de governabilidade”. “É assim que faremos em diálogo entre todos os eleitos para que se possa recuperar o tempo perdido e conduzir o concelho rumo ao desenvolvimento”, reforçou ainda.

A equipa de seis vereadores é composta por “gente muito competente”, lembrou, deixando aberta a porta a entendimentos mais alargados.

Aliás, no início da cerimónia, na noite desta segunda-feira, dia 18, Luís Guerra Marques (CDU), presidente cessante da Assembleia Municipal da Marinha Grande, tinha sinalizado isso mesmo, enfatizando a importância do diálogo na ação autárquica.

Prometendo reclamar do Estado as condições para afirmar o desenvolvimento do concelho e reformular os serviços municipais para melhorar o serviço prestado à comunidade, o novo presidente apelou ao sentido de missão dos funcionários municipais, prometendo valorizá-los.

Entre outras prioridades, Aurélio Ferreira apontou a importância de “atrair novos moradores e apoiar as empresas que cá estão ou aquelas que para cá se quiserem vir instalar, criando emprego de qualidade e bem remunerado”.

Deixou ainda o compromisso para a concretização de vários projetos de obras, como são os casos, explicou, da conclusão da “adutora Picotes – Marinha, a creche no edifício da IVIMA, a rede de abastecimento de água em Picassinos e Amieira, o saneamento na Amieira” e outras zonas, bem como “a requalificação da rua do Sol, do parque da Passagem, a rua das Sedas, a reabilitação da rede viária e a reabilitação pública do Casal do Malta”. “Outros [projetos] haverá para lançar e realizar ao longo do mandato: apenas como exemplo, darei a piscina”, salientou. 

“Agradeço a oportunidade que orgulhosamente vou agarrar e defender”, concluiu.

Nota: notícia atualizada às 23h23 com a informação de entrega de pelouros ao PS

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.