Assinar


Leiria

Leiria avança com Plano Municipal para a Integração de Migrantes

Segundo números do SEF, em 2020 residiam 6.889 estrangeiros em Leiria.

Os movimentos migratórios refletem-se já em muitas das escolas da região, onde se multiplicam as nacionalidades Foto de arquivo: Joaquim Dâmaso

A Câmara de Leiria vai avançar com o Plano Municipal para a Integração de Migrantes, iniciativa que inclui estratégias de atuação e que pretende melhorar o conhecimento desta comunidade no concelho.

Numa nota de imprensa, o município de Leiria informa que “submeteu uma candidatura ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração”, que foi aprovada.

“Um dos objetivos da candidatura é a implementação do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, que incorpora estratégias de atuação locais, essenciais na construção de níveis de integração, em parceria com os vários atores locais”, refere a nota.

Segundo a autarquia, presidida por Gonçalo Lopes, “pretende-se também aumentar o conhecimento da comunidade migrante em Leiria, para assim garantir uma intervenção mais eficiente e eficaz”.

“O financiamento será na ordem dos 58.000 euros e terá a duração de 16 meses, sendo que, para além do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, serão desenvolvidas várias ações, nomeadamente formação para técnicos sobre migração, realização de sessões de língua e cultura de português, entre outras”, esclarece.

O município diz assumir “a diversidade e a multiculturalidade como um fator de desenvolvimento, assente num trabalho de parceria, considerando que a integração da população migrante” na realidade socioeconómica, cultural e organizacional do concelho “assegura o exercício de uma cidadania plena”.

Citando dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, a Câmara adianta que “residiam em Leiria, no ano de 2019, 6.161 estrangeiros e, em 2020, 6.889”.

“De destacar o aumento da comunidade migrante em Leiria, designadamente de migrantes nacionais e de países terceiros, com prevalência da comunidade brasileira”, acrescenta.

O município de Leiria inaugurou, em 13 de maio, o Centro Local de Apoio a Migrantes de Leiria, que funciona nos Paços do Concelho.

Neste centro já foram atendidas cerca de 250 pessoas.

Segundo informação da Câmara de Leiria enviada à agência Lusa, regularização de residência, pedidos de nacionalidade e ajuda na procura de emprego são as questões mais suscitadas pelas pessoas que se deslocaram àquele centro.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.