Assinar
Autárquicas

Batalha: Raul Castro está “muito preocupado” com finanças da autarquia

Presidente da Câmara da Batalha promete ouvir munícipes e funcionários da autarquia para evitar “uma gestão autista”.

O novo presidente da Câmara da Batalha, Raul Castro, assume estar “muito preocupado” com as finanças da autarquia, que volta a liderar 24 anos depois.

Em mais entrevista do ciclo que o REGIÃO DE LEIRIA está a realizar aos autarcas recém-eleitos para as câmaras da região, Raul Castro revela que a Câmara da Batalha, “até ao final do ano, para despesa corrente, só [tem] 52 mil euros”, o que pode comprometer, por exemplo, os planos para fazer uma celebração do Natal que leve “muita gente” à vila.

A par disso, o autarca promete alterar o PDM para contrariar a situação que “estagnou [o concelho] nos últimos anos” e assim evitar uma “rutura social”.

Internamente, promete uma política “de porta aberta, não só para os munícipes, como para os funcionários da autarquia”, garantindo não querer “uma gestão autista”. “Não vai haver posições ditatoriais”, promete.

Entre as intenções para este mandato, encontra-se a conclusão da rede de saneamento, a renovação das redes de água, a limpeza e reabilitação das margens do Lena – “pode por a descoberto algumas coisas que são origem de atentados ambientais” – e o incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte, porque “a Batalha é plana”.

A nível de projetos intermunicipais, Castro gostava de ver a Rede Cultura 2027 “ir mais longe”, cruzando produção artística entre concelhos para conquistar a população para a candidatura, e continuará a lutar pela aviação civil na Base Aérea de Monte Real.

Entrevista realizada a 25 de outubro de 2021

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.