Assinar
Ansião

Ansião aprova orçamento à segunda tentativa com abstenções do PSD e do Chega

A autarquia destaca “as políticas de redução da carga fiscal para famílias e empresas”

Vista do Parque Empresarial do Camporês, em Ansião

A Assembleia Municipal de Ansião aprovou Orçamento e as Grandes Opções do Plano 2022/2027 do município, por maioria, com treze votos a favor (PS) e a abstenção do PSD e do Chega, depois de ter sido chumbado a 20 de dezembro.

“O orçamento inicial, na casa dos 15,5 milhões euros, com a incorporação do saldo de gerência de 2021, na ordem de 1,9 milhões de euros, reflete a forte aposta do executivo nas funções sociais e nas funções económicas, no valor de cinco milhões de euros cada”, explica o município.

A autarquia, liderada por António José Domingues, destaca “as políticas de redução da carga fiscal para famílias e empresas, o reforço da autonomia das juntas de freguesia, com transferências que ascendem a 320 mil euros, e o incremento dos apoios às associações e coletividades locais, num valor que ronda os 160 mil euros”.

A câmara municipal mantém ainda “um investimento significativo em obras a realizar em todo o concelho, em valores que rondam os 8,3 milhões de euros”. “Vê-se, assim, perspetivada para 2022 a concretização da beneficiação da rede viária, a conclusão da ampliação do Parque Empresarial do Camporês, e o projeto de eficiência energética na iluminação pública”, exemplifica.

Os documentos foram aprovados a 25 de fevereiro.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar