Assinar
Cultura

Dezenas de atividades dedicadas ao “Património e Clima” assinalam o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Durante os próximos dias, vários municípios do distrito promovem visitas guiadas, oficinas pedagógicas e lúdicas.

No dia 23 de abril, é promovido um roteiro de 2,5 km pelo legado arquitetónico de Ernesto Korrodi em Leiria, a partir do Banco das Artes Galeria Foto de Arquivo

Os efeitos do aquecimento global, da seca extrema ou da exposição à subida das águas também se fazem sentir no património cultural. Por isso, o tema deste ano do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala a 18 de abril, é o “Património e Clima”.

O objetivo, lê-se no portal da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), é “reconhecer o potencial do património cultural na construção de uma ação climática inclusiva, transformadora e justa” e criar respostas para salvaguardar este património dos impactos das alterações climáticas.

Das mais de 240 atividades pensadas a nível nacional e promovidas pela DGPC em colaboração com o ICOMOS Portugal, estão já programadas dezenas de iniciativas para o distrito de Leiria.

A partir do final desta semana, antecedendo a efeméride, há oficinas pedagógicas e lúdicas, visitas virtuais e presenciais a monumentos e sítios, percursos orientados a exposições, e não só.

Já este sábado, dia 16, a Câmara Municipal de Alcobaça promove uma visita virtual à Mata Nacional do Vimeiro e à Villa Romana de Parreiras, na freguesia de Bárrio. Ainda neste concelho, estão previstos, entre outras iniciativas, percursos orientados à exposição permanente sobre a primeira mini-hídrica industrial de Alcobaça e ao Museu do Vinho. Estas atividades repetem-se ao longo dos dias 16, 17 e 18.

Porto de Mós juntou-se também às comemorações e vai dinamizar visitas com jogos pedagógicos ao castelo e à Vila Romana de Alqueidão da Serra.

Por Leiria, miúdos e graúdos são convidados a (re)descobrir o legado arquitetónico de Ernesto Korrodi, através de um percurso pela cidade e uma oficina de desenho no Banco das Artes Galeria.

Estão igualmente previstas iniciativas no Museu de Leiria, no mimo, no Moinho de Papel e no Centro de Diálogo Intercultural de Leiria, entre oficinas e visitas guiadas.

Caldas da Rainha, Batalha, Ourém e Nazaré também assinalam a efeméride.

Todas as iniciativas têm entrada gratuita, mas algumas carecem de inscrição até 17 de abril. Consulte o programa completo aqui.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar