Assinar
Pombal

Pombal aposta na criação de um Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes

O anúncio foi feito pelo presidente da autarquia, Pedro Pimpão, no âmbito do festival “Descobre O Teu Interior”, promovido pela associação Gerador

A Câmara de Pombal anunciou na sexta-feira, dia 22, que “tem estado a trabalhar em articulação com o Alto Comissariado para as Migrações no sentido de ser criado no concelho um Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM)”

O anúncio foi feito pelo presidente da autarquia, Pedro Pimpão, no âmbito do festival “Descobre O Teu Interior”, promovido pela associação Gerador, durante o qual “enalteceu a importância de o país “abraçar a imigração com entusiasmo, criando condições para que mais imigrantes se fixem no território.”

Pedro Pimpão deu como exemplo o acolhimento de nómadas digitais, já que “existem condições para que as pessoas possam trabalhar desde o território local para qualquer parte do mundo.”

No debate sobre “Os imigrantes e o futuro do interior”, em que participaram a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e a presidente da Associação Cap Magellan, Anna Martins, o presidente da câmara municipal sublinhou “a estratégia municipal em acolher, cada vez melhor, as pessoas que escolhem o território para se fixarem”.

No entender de Pedro Pimpão, o futuro CLAIM passará a ser “mais uma condição para que as pessoas que escolham Pombal se sintam bem.” Por outro lado, “todos têm de estar empenhados em reter talento, não só o talento que promovido no país, mas também cativar talento estrangeiro”.

Para isso, “é necessário aumentar os recursos das autarquias para que possam desenvolver projetos de integração e inclusão de imigrantes, bem como iniciativas do ponto de vista económico para haver mais empresas com mão-de-obra qualificada para sermos mais atrativos”, adiantou o autarca.

Os CLAIM são gabinetes/espaços de acolhimento, informação e apoio que têm como missão ajudar no processo de acolhimento e integração de migrantes, articulando as diversas estruturas locais e promovendo a interculturalidade a nível local.

Estes serviços prestam apoio e informação geral em diversas áreas, como a regularização, nacionalidade, reagrupamento familiar, habitação, retorno voluntário, trabalho, saúde e educação, entre outras questões do quotidiano.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar