Assinar
Ourém

Pulseira eletrónica para homem detido por violência doméstica

No âmbito de uma investigação, os militares da GNR apuraram que o suspeito “perseguia e ameaçava de morte a vítima”, a ex-mulher de 42 anos, com recurso a uma arma de fogo.

GNR

Um homem de 52 anos foi detido por violência doméstica, em Fátima, tendo ficado controlado por pulseira eletrónica e sujeito a proibições de contacto com a vítima, bem como de adquirir armas de fogo, anunciou a GNR em comunicado.

Segundo a nota de imprensa, a detenção ocorreu no dia 12 de maio, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas.

No âmbito de uma investigação, os militares da GNR apuraram que o suspeito “perseguia e ameaçava de morte a vítima”, a ex-mulher de 42 anos, com recurso a uma arma de fogo.

No decorrer das operações, foi dado cumprimento ao mandado de detenção e a uma busca domiciliária, que resultou na apreensão de uma caçadeira e 69 cartuchos, lê-se no mesmo comunicado.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Santarém no passado dia 13.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.