Assinar
Sociedade

Clubes e empresas preparam e entregam kits de reforço alimentar para os bombeiros

Ações decorreram nos últimos dias e foram destinadas aos elementos que estavam no terreno a combater os incêndios.

Vários elementos do clube mostraram-se disponíveis para ajudar a preparar os kits para os bombeiros

Águas, fruta ou sandes são apenas alguns dos bens que as populações estão a reunir para entregar aos bombeiros que há vários dias estão no terreno a combater incêndios.

No início da semana, a direção da Academia CCMI – Leiria abriu as portas da sua sede para recolher bens e preparar kits de reforço alimentar para entregar às corporações que estavam a combater os incêndios que atingiram o concelho.

Em duas noites, os elementos voluntários do clube prepararam perto de dois mil kits de reforço. “Só conseguimos fazer os kits com bifanas, fruta e bebida com a ajuda de muitos voluntários, que disseram presente mal foram “convocados” para este desafio”, explica o clube.

Várias empresas disponibilizaram-se para ajudar, com a oferta do pão, entrega da carne ou fruta, chegando, nalguns casos, vários funcionários das empresas a suportar as despesas associadas.

“Enfim, um grande obrigado a todos os que nos ajudaram de alguma forma, seja na entrega de bens que pedimos, seja no trabalho que foi preparar este pequeno contributo”, refere o clube, indicando que voltará a realizar mais ações “apenas se houver necessidade manifestada pelas autoridades competentes”.

Também o restaurante Mosteiro do Leitão, pertencente ao Grupo FF, doou centenas de sandes de leitão aos bombeiros de Pombal que estão a combater os fogos nas zonas do Barrocal e em Abiul.

“As sandes foram entregues na Associação Cultural e Recreativa Sicoense (dos Catorze), para facilitar a entrega e serem mais tarde distribuídas aos terrenos/pinhais onde os soldados da paz trabalham ativamente”, explica a empresa em comunicado.

No início da semana, as pecuárias pertencentes ao Grupo FF, existentes na Boa Vista, Leiria, estiveram em risco devido a um incêndio que deflagrou naquela freguesia.

Para Zita Freire, proprietária do Grupo FF esta “é uma forma simbólica de retribuição pelo trabalho incansável de todos os bombeiros profissionais e voluntários nestes dias muito difíceis”.

Em situações anteriores, o Grupo também se mostrou disponível em outras campanhas de solidariedade, como foi o caso da entrega de refeições aos profissionais de saúde do Centro Hospitalar De Leiria, num dos picos da pandemia.

Vários agrupamentos de escuteiros de toda a região também se juntaram às ações de apoio no serviço de refeições às corporações e autoridades que estavam no terreno.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados