Assinar
Peniche

GNR detém homem em Peniche por violência doméstica contra mulher e filho

Indivíduo de 54 anos ficou sujeito a proibição de contactos com as vítimas, proibição de permanecer nos locais de residência e sujeito a controlo por pulseira eletrónica.

GNR

Um homem de 54 anos ficou sujeito à medida de controlo à distância, por pulseira eletrónica, na sequência de uma investigação por violência doméstica da GNR de Peniche.

Na passada quarta-feira, dia 29 de julho, o Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), deteve o indivíduo no concelho de Peniche.

Em comunicado, a GNR explica que os militares “apuraram que o suspeito infligiu, de forma reiterada, agressões físicas e psicológicas contra as vítimas, nomeadamente a sua companheira de 48 anos e um filho de 19 anos”.

Presente ao Tribunal Judicial da Leiria, o detido ficou sujeito às medidas de coação de proibição de contactos com as vítimas, proibição de permanecer nos locais de residência ou nos seus locais de trabalho, ficando ainda sujeito a medida de controlo à distância, controlado por pulseira eletrónica.

A GNR recorda ainda, em comunicado, que a “violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva”. Quem necessitar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica pode participar o caso no Portal Queixa Eletrónica, em queixaselectronicas.mai.gov.pt; por telefone, através do número 112; no posto da GNR mais próximo (www.gnr.pt/contactos.aspx); na aplicação MAI112 disponível e destinada exclusivamente aos cidadãos surdos, em http://www.112.pt/Paginas/Home.aspx; e na aplicação SMS Segurança, direcionada a pessoas surdas em www.gnr.pt/MVC_GNR/Home/SmsSeguranca.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.