Assinar
Pombal

Pombal cria equipa multidisciplinar para apurar os prejuízos causados pelos incêndios

Irão avaliar, essencialmente, danos em estruturas edificadas, em produções agrícolas e em estruturas económicas

A Câmara de Pombal constituiu uma equipa multidisciplinar de acompanhamento e levantamento de prejuízos e danos provocados pelos incêndios rurais que atingiram o concelho, onde arderam mais de mil hectares.

Segundo uma nota divulgada esta terça-feira, dia 19, pela autarquia, a equipa multidisciplinar é “composta por técnicos de várias unidades orgânicas da câmara que irão avaliar, essencialmente, danos em estruturas edificadas, em produções agrícolas, em estruturas económicas, entre outras”.

A equipa, que integra técnicos da Divisão de Desenvolvimento Social e Saúde, da Comissão de Vistorias, da Divisão de Obras Públicas, da Divisão de Obras Particulares, do Gabinete Técnico Florestal e do Serviço Municipal da Proteção Civil e da Junta de Freguesia de Abiul, percorrerá todo o território afetado pelos “violentos incêndios rurais que atingiram, na passada semana, uma vasta área da Freguesia de Abiul, abrangendo diversas povoações”.

Até ao momento, os serviços municipais apuraram uma área ardida superior a 1.086 hectares na Freguesia de Abiul. “Um número que carece, ainda, da devida validação, nomeadamente, por parte do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e Guarda Nacional Republicana (GNR)”, adianta a mesma nota.

“Reconhecendo a necessidade de se proceder à rápida reconstrução de habitações danificadas, algumas em situação inóspita, assim como o apoio a quem perdeu a sua fonte de rendimento, a Câmara Municipal, por diversos meios, procurará sensibilizar o Governo para a disponibilização de ajudas estatais, céleres, para o efeito”, sublinhou a autarquia, liderada por Pedro Pimpão (PSD).

O Município de Pombal pretende ainda, e em parceria com o ICNF, implementar “um programa piloto de Recuperação de Áreas Ardidas”, através de ações que “consistirão em programas específicos de reflorestação e recuperação do território afetado, podendo torná-lo mais resiliente”.

O incêndio deflagrou na freguesia de Abiul, em Vale da Pia, na sexta-feira, dia 8 de julho, pelas 14h50, e entrou em resolução na madrugada do dia 15 de julho.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.