Assinar
Sociedade

Tribunais de Leiria criam salas para acolher vítimas especialmente vulneráveis

As salas já funcionam em seis tribunais da Comarca de Leiria.

Fachada do edifício do Tribunal de Leiria

Os tribunais de Alcobaça, Leiria, Marinha Grande, Peniche, Pombal e Porto de Mós já dispõem de salas de acolhimento de vítimas especialmente vulneráveis, entre as quais vítimas de violência doméstica.

A medida, da responsabilidade do Conselho de Gestão da Comarca de Leiria, resulta de uma deliberação aprovada em meados de junho e visa “proporcionar às vítimas especialmente vulneráveis uma receção, acolhimento e acompanhamento capazes de prevenir a revitimização”, bem como para “reforçar o seu sentimento de segurança e de confiança no sistema de justiça”.

Quanto aos restantes tribunais, “deverá ser encontrado, casuisticamente, um espaço que permita às vítimas as melhores condições de receção, acolhimento, recato e privacidade”, refere uma nota publicada na página da internet da Procuradoria da República da Comarca de Leiria.

Contactos e números de emergência

112 – Número de telefone de emergência único europeu (chamada gratuita)
144 – Linha Nacional de Emergência Social
800 202 148 – Serviço de Informação a Vítimas de Violência Doméstica (CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género)
116 006 – Linha de Apoio à Vítima (APAV – Apoio à Vítima) (chamada gratuita – Dias úteis das 8 às 22 horas)
SMS – 3060

Associação Mulher Século XXI
Largo Rainha Santa Isabel, Nº1 r/c Dto 2410-165 Leiria
Tel. 244 821 728
Tlm. 964 854 462
Tlm. 910 908 368
email. geral@mulherseculoxxi.com
Centro de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica
244 821 728
Linha de Apoio à Vítima Idosa de Violência Doméstica (chamada gratuita)
800 210 340

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados