Assinar
Cultura Exclusivo

Fotografia: mimo partilha Fundo Fabião para “Conservar na memória”

Iniciativa do mimo – Museu da Imagem em Movimento promove online espólio do histórico fotógrafo de Leiria. Em dezembro serão apresentados resultados do projeto do Fundo Fabião.

A primeira imagem de “Conservar na memória” José Fabião/mimo

Um grupo de crianças felizes corre num empedrado, enquadrado por areia e canavial em fundo. A fotografia de José Fabião, tirada na Praia do Pedrógão em 1967, estreou “Conservar na memória”, nova rubrica que o mimo – Museu da Imagem lançou no Facebook. O objetivo é comunicar os progressos feitos no “Projeto Casa Fabião”, que recupera o legado do histórico fotógrafo de Leiria. Também se pretende “continuar a criar mais empatia do museu com Leiria”, explica a coordenadora do mimo, Sofia Carreira.

A primeira imagem divulgada gerou logo reações: “Fomos contactados por duas das ‘crianças’ e vamos reunir com uma delas para recolher mais informação”. O exercício permitiu identificar dois dos corredores, o adulto organizador do evento e a rua onde a fotografia foi feita. Sofia Carreira sublinha a capacidade que os arquivos, “e os arquivos de imagem ainda mais”, têm para gerar reações emotivas.

“Todos esperamos encontrar algo ou alguém que nos seja próximo. O senhor Fabião fez parte da vida de muitas gerações de leirienses, não só pela fotografia de retrato, mas pela sua intervenção social em momentos que marcaram o desenvolvimento da cidade e mesmo das freguesias”. Isso resulta numa “relação de afeto com o Fundo Fabião”.

A próxima imagem para “Conservar na memória” está a ser selecionada, procurando relações “com o calendário e o quotidiano dos leirienses”. Mas é surpresa: “Gostávamos muito que este momento se tornasse de expectativa para quem nos acompanha nas redes sociais”.

Entretanto, em dezembro, são apresentados resultados da intervenção de conservação preventiva e curativa em curso no Fundo Fabião. “Sentimos que esta apresentação faz falta a Leiria. As pessoas não se esqueceram do financiamento [atribuído em 2021 pela Rede Portuguesa de Museus]e que estão curiosas para perceber como está a correr o trabalho” que, assume Sofia Carreira, deixa a equipa do mimo “muito orgulhosa”.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados