Assinar
Sociedade Exclusivo

WhatsApp, e-mail e Zoom já andam a ajudar a escola mas têm de aprender a respeitar horários

Seja professor, aluno ou encarregado da educação, ninguém escapa à tendência: as tecnologias tomaram conta do ensino. São um auxílio muito elogiado, mas também roubaram tempos de lazer. A escola não vai voltar a ser a mesma

A proximidade física foi substituída por programas de videochamada e videoconferência, o email tomou conta das comunicações entre professores, alunos e pais. E até programas de mensagens, como é o caso do WhatsApp, permitiram contactos permanentes. Por vezes, fora de horas.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados