Assinar
Cultura Exclusivo

Obras criadas por São Pacheco em Malta vão correr mundo

A artista de Leiria criou três telas no Art Camp Malta e os trabalhos vão integrar uma exposição itinerante da UNESCO.

São Pacheco junto a uma das obras, com dois elementos da organização do Art Camp Malta

Viajaram da Eslováquia, Benim, Irão, Lituânia, Chipre, Argélia, Áustria, Turquia, Letónia ou Marrocos os artistas que durante 12 dias participaram no Art Camp Malta. O fórum internacional de criação organizado sob a égide da UNESCO reuniu 20 artistas e, entre eles, esteve a leiriense São Pacheco.
A representante de Portugal criou três telas em dez dias, num desafio “um bocado de loucos”, que redundou “numa experiência fantástica”.

“Fomos recebidos com muito carinho e passámos os dias e a pintar, para criarmos as obras que ficaram para a UNESCO, e também a passear”, conta a artista, já com saudades de estar “com 20 ‘malucos’ num cubo de vidro”, a esplanada do hotel transformada em ateliê. “Todos diferentes, com culturas diferentes, de várias idades. Foi muito gratificante e uma experiência inesquecível”.

Em Malta, São Pacheco divulgou a cultura portuguesa e criou telas que tinham de se relacionar com o tema “Paz”. “Utilizei todas as cores da paz, que são onze”.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados