Assinar Edições Digitais

Culturismos: 2012 – O ano dos patos

Os Nice Weather For Ducks gostam de inúmeros géneros musicais e nunca conseguem abandonar o conceito de melodia, seja na música ou nas vozes.

Hugo Ferreira hjferreira@gmail.com

2011 foi, sem sombra de dúvidas, um belíssimo ano para os projetos musicais leirienses.

Pegando apenas em alguns exemplos, foi apresentada a Orquestra de Jazz coordenada por César Cardoso, Sean Riley e os Allstar Project editaram discos que são frequentemente citados nas já habituais listas de “melhores do ano”, consolidou-se “A Caruma”, surgiram fenómenos como Fubu ou Brainderstörm e os ESC venceram em palcos internacionais.

Também em 2011 um grupo de amigos afirma-se como banda e, num único fim de semana (ali nos arredores da Estação), chegaram, montaram, gravaram, voltaram a arrumar e seguiram para casa com 12 esboços quase finais de canções que se arriscam a marcar o ano que aí se avizinha. Há cerca de um mês, a Vodafone FM recebeu um tema deles e, poucos dias depois, os seus ouvintes encheram o site de votos e colocaram “2012”, dos Nice Weather For Ducks em primeiro lugar do top. E por lá tem continuado há várias semanas. Na Antena 3, o destaque de Henrique Amaro é recorrente e outras emissoras como a RUC, a Radar e a A21 já apostaram no tema.

Não me lembro de feito semelhante de um projecto leiriense sem qualquer música editada, ainda que me venha à memória o tremendo impacto que a versão de “A little respect” dos Silence 4 causou no panorama nacional.

Os Nice Weather For Ducks gostam de inúmeros géneros musicais e nunca conseguem abandonar o conceito de melodia, seja na música ou nas vozes. Prometem para Janeiro o single “2012” para download gratuito e, para Março, o disco de estreia a preço de amigo e com distribuição nacional. É apenas um sinal de que 2012 tem tudo para ser o ano dos patos.

(texto publicado na edição em papel de 23 de Dezembro de 2011)