boccia

Exclusivo

Ana Sofia Costa: “Com uma cadeira elétrica, sou muito mais independente e livre”

Aos 2 anos foi-lhe diagnosticada uma distrofia muscular das cinturas que, progressivamente, a deixou tetraplégica. Vive numa cadeira de rodas, mas isso não a impede de ser atleta de projeção internacional.

Formação em boccia acolheu 65 participantes

A tarde de sábado em Marrazes, Leiria, foi dedicada ao boccia, um desporto originalmente criado para pessoas portadoras de paralisia cerebral, que consiste em colocar as bolas de cor o mais perto possível de uma bola alvo.

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.