discriminação

Exclusivo

Véronique Trezentos, de Créteil: “Os olhares ainda são muito discriminatórios”

Filha de emigrantes, a coordenadora da Alliance Française, em Leiria, afirma que para muitos lusodescendentes a dupla identidade ainda é motivo de sofrimento.

Pergunta da semana

Considera que o reforço da videovigilância em Leiria, com mais 42 câmaras, vai contribuir para a diminuição da criminalidade?
Responder agora

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.