Assinar Edições Digitais
Sociedade

População do Celeiro sai à rua para protestar contra o IC9

Dezenas de pessoas protestaram na localidade de Celeiro, concelho da Batalha, contra o traçado do Itinerário Complementar (IC) 9 previsto para a zona

Dezenas de pessoas protestaram na localidade de Celeiro, concelho da Batalha, contra o traçado do Itinerário Complementar (IC) 9 previsto para a zona, exigindo à Estradas de Portugal a escolha de uma alternativa que evite a demolição de casas.

“Não estamos contra a estrada, mas queremos que não destrua casas”, afirmou à agência Lusa António Encarnação, um dos promotores da iniciativa, que teve o apoio da Associação de Moradores do Celeiro e Lugares Limítrofes e que decorreu no final da tarde da última quarta-feira, 3 de Fevereiro.

António Encarnação adiantou que “existe uma alternativa de traçado que não implica a demolição de casas e é essa que a população quer”, até porque “tem custos muito inferiores, mesmo sociais”.

Segundo o responsável, a manifestação que levou até ao encerramento do café da aldeia, deveu-se à ausência de esclarecimentos relativamente a um abaixo-assinado, com cerca de 250 subscritores, promovido na localidade de Celeiro e lugares limítrofes, que reclama a alteração do traçado do IC9.

“Protestamos e pugnamos pelo respeito pelos nossos bens, pela tranquilidade, liberdade e qualidade de vida”, disse António Encarnação, que é presidente da mesa da assembleia da associação.