O projecto Concertos para Bebés, criado em Leiria por Paulo Lameiro, festeja domingo a realização do 500º concerto com um programa especial destinado às famílias inspirado no jazz.

Segundo Paulo Lameiro, chegar ao concerto número 500 significa “um caminho, antes de mais, que começa com uma ideia de oferecer um concerto para bebés e viajar. É uma experiência de fruição interpretativa partilhada entre artistas, bebés e familiares. Alargámos o conceito de concerto para uma performance mais emocional e tem sido esse o perfil do nosso trabalho”.

Ao longo dos últimos onze anos, o projecto tem aprofundado “uma experiência de relacionamento no palco. É aí que está a essência: a relação entre o artista e o público em cima do palco”, sublinha o criador da ideia.

“Blues for babies” é o título do programa preparado pela equipa dos Concertos para Bebés para apresentar domingo, no Teatro Miguel Franco, em Leiria.

Uma opção que se explica porque muitos bebés se iniciam no jazz embalados pelas vozes dos seus país e avós, uma forma de lembrar quem acompanha as crianças dos zero aos cinco anos a quem se destinam os concertos.

“Como os pais também cantam, durante os espectáculos e em casa, escolhemos o jazz, porque permite mais improvisação. Recuperámos também alguns êxitos dos onze anos de concertos, que fazem parte dos sucessos do projecto e vamos incluir ainda duas estreias no reportório”, revela Paulo Lameiro.

Depois, os Concertos para Bebés fazem as malas e partem para o Luxemburgo, para mais uma internacionalização no currículo, a 10 de Março.

Ainda este ano, o destaque será a primeira digressão do projecto à China e a apresentação de “novas forma de relação entre bebés e artistas”.