Assinar Edições Digitais
Atletismo

Associação de atletismo critica argumento da União de Leiria SAD

“Perfeitamente descabido” é como a Associação Distrital de Atletismo de Leiria (ADAL) considera a comparação feita pela União de Leiria SAD a propósito da utilização do Estádio Municipal pela modalidade.

A Associação Distrital de Atletismo de Leiria (ADAL) considerou ontem que a União de Leiria usou um argumento “perfeitamente descabido” quando comparou a modalidade ao futebol profissional nas condições de acesso ao Estádio Municipal de Leiria.

A União de Leiria SAD anunciou a saída do Estádio de Leiria por não conseguir cumprir as exigências financeiras que a empresa municipal que gere o estádio, a Leirisport, pede à equipa de futebol para utilizar o recinto.

Entre os argumentos utilizados pela administração liderada por João Bartolomeu, está o atletismo, que segundo a SAD da União de Leiria, pode utilizar o estádio para treinos e competições em condições privilegiadas, enquanto a Leirisport exige ao futebol profissional uma fatura que a União de Leiria alega ser de 250 mil euros por ano.

A ADAL reagiu, considerando o presidente Aníbal Carvalho que a SAD da União de Leiria “utiliza o atletismo para fazer valer as suas reivindicações”,

Para a associação, atletismo e futebol profissional “são duas realidades completamente distintas, sem qualquer tipo de comparação”, sendo “perfeitamente descabido enquanto argumento a utilizar por parte da SAD da União o facto do atletismo utilizar as instalações do estádio para a movimentação diária de centenas de crianças e jovens, num apoio perfeitamente justificado do município e da Leirisport”.

“Contrariamente às motivações da SAD da União de Leiria, a ADAL não se move por quaisquer fins lucrativos, não explora qualquer tipo de publicidade nas suas provas, nem os seus atletas recebem qualquer comparticipação financeira pela prática da modalidade do atletismo. Não direccionamos a nossa actividade para os atletas profissionais, mas sim para a formação”, sublinha a associação.

Os responsáveis do atletismo de Leiria referem ainda que a União de Leiria SAD explora as bilheteiras e publicidade nos jogos que realizam no Estádio Municipal. Já a ADAL, “oferece à população, naquele espaço, competições nacionais e internacionais de alto nível, trazendo a Leiria os melhores praticantes nacionais e europeus da modalidade, sem que daí resulte qualquer contrapartida financeira”.

Aníbal Carvalho lembra que “em Portugal, o Estádio Municipal de Leiria deve ser aquele que tem maior taxa de ocupação por actividade desportiva não profissional e tem sido por isso a capital nacional do atletismo. O investimento no estádio foi principalmente direccionado para o futebol, mas ao contrário de outros, em Leiria o atletismo não foi esquecido”.

O presidente da ADAL recorda que a utilização gratuita do Estádio de Leiria pelo atletismo segue “o que acontece noutros estádios do distrito, como Marinha Grande, Caldas da Rainha e Óbidos, por exemplo”.